Uma vez freguês…

E não é que o Vasco goleou o Botafogo por 4×1? Seria um jogo lá e cá, e até Dorival Jr apostava num placar apertado, mas  é aí que a sorte entrou em campo.

Gol do Vasco aos 2 minutos de jogo. Desestabiliza qualquer time, estraga qualquer esquema tático. Depois do chacoalhão, o Botafogo ainda no primeiro tempo deixou o jogo mais equilibrado, mas só chegou com perigo aos 34 minutos. Aí o jogo foi pro intervalo, técnico fala daqui, técnico fala de lá, os dois times voltam mais tranquilos. O Botafogo, mais calmo, acreditando na virada…15 minutos do segundo tempo, primeira chance de gol do segundo tempo, gol do Vasco. Pra não dizer que foi só o Vasco que contou com as chances do destino, aos 17 minutos Nílton é expulso e o Botafogo vai pra cima e faz o gol aos 24 minutos. Volta a acreditar na virada, tá cedo ainda pra definições. Só que aos 38 minutos um penâlti mais fora da área do que dentro para o Vasco, jogador do Botafogo expulso e 3 a 1 Vasco. Daí também já foi demais né? Não foi. 43 minutos é expulso Diego e aos 46 Carlos Alberto fecha o placar. E fim do jejum de vitórias do Vasco diante do Botafogo. Merecido e com uma pitada generosa de sorte.

Com o time titular (nem vem me dizer que não tem time reserva no São Paulo, porque tem!) o São Paulo não fez mais do que a obrigação e goleou o Marissol (Mirassol). Depois de assustar seus torcedores ao perder pro lanterna Mogi Mirim na última rodada, o São Paulo passeou no Morumbi. Passeou? A partir dos 38 minutos do segundo tempo passeou, antes disso o São Paulo parecia prepotente em campo, no maior estilo “vou ganhar de qualquer jeito”, até que depois de tomar dois sustos, o tricolor paulista acordou e jogou no maior estilo “campeão brasileiro”. Não existe necessidade de falar do segundo tempo do jogo, já que este foi claramente um massacre. 5×0, 3 do Coração valente e fim. Fim não, ainda teve o goleiro do Mirassol (Marissol) falando “Jogar com essa bola é complicado, fizeram para dificultar a vida do goleiro”. Agora, fim.

Eu fiz dez mil anotações sobre o jogo do Santos, embora eu só tenha visto mesmo os 20 minutos finais. E que 20 minutos finais. Foi ataque santista contra defesa do Paulista. Neymar arrasou, o jogo foi pura emoção e o Roni salvou o time no finalzinho. Foi isso? Não. O Santos perdeu A oportunidade de voltar ao G4 e embalar no paulista. Além disso, deu pra perceber um time oscilante ainda, mas que tem um bom elenco e muita vontade de vencer. Se o Santos conseguir superar essa oscilação e ir pras semi-finais, é sério candidato ao título (Ah, vá!)

ps: PROJAC Flamengo apitou de novo. Quem será que vai abandonar o barco por falta de pagamento?

Anúncios

Etiquetas: , , , ,

Uma resposta to “Uma vez freguês…”

  1. vinibr Says:

    Caralho, viu 3 jogos da rodada?! Nem eu vi meu próprio time jogar hoje, graças a ESPM, o trânsito e ao apagão. Ah sim, também existe o problema maior, eu não tenho pay-per-view 😦

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s


%d bloggers like this: